Na ideação do Curso Livre QUESTÕES URGENTES NA EDUCAÇÃO – NEUROCIÊNCIAS E COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS, são apresentadas questões conceituais e práticas das Habilidades Socioemocionais alinhadas as Neurociências em sala de aula. As questões são importantes para colaborar para o entendimento das funções dos pilares emocionais dentro da educação e do aprendizado.

Que competências socioemocionais precisam ser desenvolvidas? Como deve ser a formação dos professores para lidar com esse desafio? Que cuidados são necessários na avaliação? O desenvolvimento intencional de capacidades que extrapolam os conteúdos cognitivos ainda suscita muitas perguntas entre gestores e profissionais de educação. O que preciso saber sobre Neurociências?

Para encontrar respostas a essas indagações, pesquisadores, professores, empreendedores, gestores e alunos debateram questões conceituais e práticas relacionadas ao tema e construíram uma série de recomendações para orientar o trabalho com as competências socioemocionais, o que resultou no documento elaborado pelo Global Education Leaders’ Program Brasil, que será remixado na cocriação da prototipação do curso para professores e educadores que desejam protagonizar um novo design na formação continuada  de profissionais que interage com teoria e prática, em um ensino reflexivo, baseado no processo de reflexão-na-ação.

OBJETIVOS>>

  • Conhecer as Bases da Neurociência Cognitiva;
  • Compreender como o cérebro aprende e compreende;
  • Entender o processo de conversação com o cérebro do aprendiz;
  • Apreender o processo de ensinar para a capacidade cognitiva e para a memória efetiva;
  • Conhecer o processo de aprendizagem neurocientífica;
  • Vivenciar uma reflexão profunda sobre atitudes e habilidades que permitem ao indivíduo enfrentar os desafios do século XXI;
  • Conhecer a Teoria dos Big Five que organiza as competências socioemocionais em cinco dimensões: Abertura a novas experiências (tendência a ser aberto a novas experiências estéticas, culturais e intelectuais); Consciência (inclinação a ser organizado, esforçado e responsável); Extroversão (orientação de interesses e energia em direção ao mundo externo, pessoas e coisas); Amabilidade (tendência a agir de modo cooperativo e não egoísta); Estabilidade Emocional (previsibilidade e consistência de reações emocionais, sem mudanças bruscas de humor);
  • Conhecer o Partners for 21st Century Skills (Parceiros para Habilidades do Século 21) que relaciona uma série de competências para que jovens possam ser bem sucedidos na universidade, na carreira e na vida.

Garanta sua vaga, fazendo sua inscrição AQUI!