Participei da 1ª turma do Curso de Extensão STEAM Education: uma proposta de ensino para o século XXI. Foram 24 horas, ou seja, 4 dias intensos de questionamentos, provocações e percepções do texto e do contexto alinhadas aos teóricos (Paulo Freire, Seymour Papert, John Dewey, Jean Piaget, Lev Vygotsky, David Ausubel e Howard Gardner) norteiam os pilares pedagógicos. As inquietações visíveis transbordaram em anotações, sobre a abordagem, movimento ou metodologia STEM/STEAM, inspiradas pela experiência do Professor Antonio Petali. O que sabemos ao certo, é que diante da revolução tecnológica, estamos vivenciando a cocriação de novas ideias e caminhos para novos designs para o ensino e aprendizagem, que segundo Schön, permite o desenvolvimento de profissionais criativos que possam dar conta das diferentes demandas que a prática impões como urgentes e necessárias. Lembro-me que na década de 80, época em que era uma aluna adolescente do magistério, fui apresentada ao mundo contemporâneo, que exigia uma nova ciência e uma nova cosmovisão, pela professora de Sociologia, ao ler “Mutações em Educação segundo McLuhan”, de Lauro de Oliveira Lima.

A usabilidade, o letramento e/ou alfabetização científica, a metacognição e tantas outras expressões, iluminam as oportunidades sistêmicas de como os professores podem ser melhores preparados para aprender a lidar com as inovações na sala de aula. Os sentimentos, pensamentos e emoções registradas durante o curso me levaram a organizar este e-book com a intenção de que os leitores, principalmente os professores, gestores, pedagogos e jovens, usem-no para ampliar e desenvolver a potencialização do significado da aprendizagem significativa, disruptiva, investigativa, libertadora e autônoma na formação como um TODO.

Desejo muitos insights felizes ao navegar em cada página, ícones, imagens e links.

Acesse: https://app.trakto.io/covers/425714