Antes de você se  deleitar nesta leitura, adoraria contar como foi que uma menina de 16 anos veio parar aqui, como colunista convidada do site Orientando quem Orienta.

 

 

Tudo começou no dia 17 de maio desse ano, na Igreja Assembleia de Deus, onde aconteceu a 3° Conferência Municipal de Educação de Belford Roxo. Uma palestra, até então em minha cabeça, aquela seria mais uma das muitas que costumava ir.

 

 

Mal sabia eu, que aquela palestra mudaria muitas coisas em minha vida. Meu primeiro contato com a Graça, foi naquela palestra. Eu estava escrevendo minha segunda tentativa de um livro, e me lembro que estava sem inspiração nenhuma para o assunto, que era gratidão.  Naquela manhã, percebi como o destino nos alinha para o destino que nascemos,  pois quem quer ser escritor sabe o quanto é complicada essa trajetória, principalmente quando se tem 16 anos.

 

 

 

Atenção redobrada no momento em que ela começou a se apresentar, sob o tema: “Quem sou eu para educar?”, entretanto, o que me deu inspiração foi simplesmente no momento da apresentação, ter falado que era escritora.

 

 

 

Ressalto que meu sonho é ser escritora. O primeiro livro, escrevi aos 14 anos, porém, não estava bem estruturado, e depois de receber diversos nãos, decidi me organizar mais. Passei um ano inteiro estudando para fazer um novo livro, e depois que eu sabia o que aconteceria em cada capítulo,  o escrevi em 4 meses. Recebi um sim dessa vez, e os caminhos estão se abrindo…

 

 

No dia 29 de junho, uma sexta-feira, eu tinha estágio para fazer (sou normalista), porém decidi ir para casa. Normalmente pego qualquer ônibus, mas naquele dia decidi pegar o Recantos porquê me deixa na esquina de casa, o ônibus demorou muito, mas quando finalmente entrei, vi uma moça muito elegante entrando no ônibus, quando de repente, reconheço quem era, em minha cabeça estava: “Caraca! É a Graça! A escritora! Não acredito nisso!” Puxei assunto com ela, contei que lembrava dela da palestra, contei sobre o meu livro, e pela primeira vez na vida, carregar o caderninho cheio de textos me fez algum bem na vida! Eu estava em uma fase de pensamentos negativos, querendo desistir, mas ao conversar e receber ótimos conselhos dela, agradeci muito a Deus, pois o nosso encontro foi como uma luz. Ela me contou sobre a influência de blogs, e eu sempre tive vontade de fazer uma, mas nunca coragem! Depois desse encontro, criei o Blog Jardim de Jasmins.

 

 

 

A força que a Graça me deu foi inspiradora! Que oportunidade!  Para escritores como eu, essas oportunidades são um sonho! Para aqueles que tem sonho como o meu, continuem! Quem sabe na vida de vocês, apareça uma Graça, como na minha!

 

 

 

 Jasmins de Rezende

Normalista, 16 anos. “O meu grande sonho é ser escritora, tocar corações e almas, não quero ter um gênero fixo para escrever,  gosto de me desafiar, escrevo de romances a fantasia. Gosto de brincar com as palavras em poesias, e principalmente amo tudo em relação ao mundo de livros!”