Um empreendedor nato sente uma oportunidade e já coloca a cabeça para funcionar, calculando e medindo as opções para determinar a validade ou não do novo empreendimento. Ou seja, ele sabe perceber o cenário, sabe arriscar, mas também sabe calcular os riscos do novo empreendimento. Um detalhe importante é que não “se mete” em ambientes que não conhece sem antes estar cercado de todas as informações e de pessoas que poderão ajudá-lo, assessorá-lo.

Para sabermos quem é um empreendedor, devemos analisar os comportamentos empreendedores. São diversos os autores, mas resumo, da apostila de Marketing Pessoal – Características de Comportamento Empreendedor (CEE) –, que foi elaborada pelo professor José Elmar Feger, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). As CEE 1 foram identificadas através de pesquisa realizada por David McClelland, pesquisador de Harvard (EUA).

Essa pesquisa determinou que através das CEE podemos identificar se uma pessoa age como empreendedora e quais as características de comportamento são mais utilizadas. Com isso é possível treinar a prática das CEE que não são utilizadas. Entendo aqui que é possível – também – formar um empreendedor e melhorar as qualidades daqueles considerados natos. Diz a pesquisa que é impossível que um empreendedor tenha todas as características ou apresente todas ao mesmo tempo, pois isso depende do tipo de atividade que desenvolve e do ambiente (cenário) em que atua.

Ficou curioso?
Deseja saber Características do Comportamento do Empreendedor (CEE)? Clique aqui e faça seu diágnóstico!